English version: www.centre.org.br/eng.htm

domingo, 18 de março de 2012

O ESCOPO DA LÓGICA

Arthur Buchsbaum

A Lógica é a ciência e a arte do raciocínio. O raciocínio é uma forma de processamento simbólico de informações que visa tornar explícitas formas de conhecimento que antes estavam implícitas. Enquanto ciência, possui uma metodologia própria, que prioriza as manifestações do raciocínio que surgem no âmbito de contextos linguísticos organizados. Enquanto arte, busca a modelagem de sistemas formais que representem fielmente formas de raciocínio ainda não captadas em toda a sua plenitude.
 O estudo, conhecimento e cultivo da Lógica revelam ferramentas bem importantes para uma evolução cognitiva de todo ser humano que queira ser realmente livre, não condicionado pelo medo e por crenças nocivas constantemente propaladas por diversos meios de comunicação da maioria das sociedades, tanto do presente como de várias eras passadas. Tal evolução cognitiva conduz à clareza no pensar, o que torna possível a prática de uma constante depuração do que não é verdadeiro para cada um, o que é essencial para um contato cada vez maior com a própria Verdade. A clareza interna é uma porta para a autêntica Filosofia, a qual leva a uma viagem sem fim rumo ao encontro com Tudo.
 A Lógica relaciona-se intimamente com três grandes áreas de conhecimento: Matemática, Informática e Filosofia. Vários dos fundadores da moderna Ciência da Computação foram lógicos. A Inteligência Artificial Simbólica tem na Lógica um de seus principais pilares. Toda a Matemática utiliza-se, em sua expressão linguística, de conceitos puramente lógicos; não é possível daí entender Matemática seriamente sem entender em detalhes a Lógica, pelo menos em suas bases elementares.
 O escopo central da Lógica é o raciocínio; acontece porém que este se relaciona intimamente com outros assuntos, tais como linguagens, semânticas, computabilidade, algorítmica, matemática, e outros, daí a Lógica também se ocupa destes temas naquilo que os mesmos são relevantes para o estudo do raciocínio em si.

Arthur Buchsbaum é Doutor em Informática, professor e Instrutor de Hermetismo.

Nenhum comentário: